Latitudes nace como una nueva plataforma que busca conectar a las comunidades latinoamericanas de música electrónica. No buscamos ser un medio de comunicación, pero sí creemos en destacar nuestra música, y contar historias en torno a ella, desde nuestras propias perspectivas y narrativas.

No creemos en las jerarquías, sino en comunidades diversas e interdependientes. Aspiramos a avanzar hacia un ecosistema latinoamericano que se sustente de manera autónoma: una nueva economía basada en nuestras reglas, desprovista de los vicios del colonialismo y la lógica del primer mundo. Y sobre todo creemos en el arte libre, que no se crea en base al mercado, sino a la transformación de nuestras realidades.

ESP

Latitudes nasceu como uma nova plataforma que busca conectar as comunidades latino-americanas de música eletrônica. Não pretendemos ser um meio de comunicação, mas acreditamos em destacar a nossa música e contar histórias sobre ela, a partir das nossas próprias perspectivas e narrativas.

Não confiamos em hierarquias, mas em comunidades diversas e interdependentes. Aspiramos caminhar para um ecossistema latino-americano que se sustente de maneira autônoma: uma nova economia baseada em nossas regras, desprovida dos vícios do colonialismo e da lógica do primeiro mundo. E, acima de tudo, cremos na arte livre, uma que não se cria com base no mercado, mas na transformação das nossas realidades.

POR

Latitudes emerges as a new platform that seeks to connect Latin American electronic music communities. We do not seek to be a media outlet, but we do believe in highlighting our music, and telling stories around it, from our own perspectives and narratives.

We do not believe in hierarchies, but in diverse and interdependent communities. We aspire to move towards a Latin American ecosystem that sustains itself autonomously: a new economy based on our rules, devoid of the vices of colonialism and first world logic. And above all, we believe in free art, which is not created based on the market, but on the transformation of our realities.

ENG